O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) via Ouvidoria e da Escola de Contas Públicas (ECP) promoverá cursos de qualificação para os servidores da Prefeitura de Manaus.
A ação foi anunciada pelo ouvidor-geral do TCE, conselheiro Josué Cláudio, após reunião com o ouvidor do município, Nonato Oliveira, na sexta-feira (15), na sede da Corte de Contas amazonense.
O conselheiro Josué Claudio informou que o TCE vai auxiliar a Prefeitura de Manaus na qualificação da sua ouvidoria e que os detalhes já foram tratados em reuniões com as equipes da Escola de Contas, Ouvidoria e presidência do TCE.
“A elaboração desse curso representa a união de setores pedagógicos do TCE-AM, como a Escola de Contas e a Ouvidoria, apoiando  a qualificação dos servidores do município de Manaus. A nossa ideia é fazer desse curso um grande evento aberto para o público não só de Manaus, mas também para outros municípios e até mesmo para outras capitais brasileiras, quando for possível realizar as transmissões de forma online”, afirmou o ouvidor do TCE-AM,  conselheiro Josué Claudio.
O conselheiro-ouvidor também destacou a importância da função de orientar os jurisdicionados.
“Todas as ações que visam à melhoria do setor público e que passam pelo TCE-AM são ações extremamente positivas para a sociedade porque o Tribunal de Contas tem como o maior objetivo a fiscalização e o julgamento das contas públicas, mas também tem como dever o fator didático, que é de justamente orientar o servidor público de como poder exercer a sua melhor função”, disse o ouvidor do TCE-AM,  conselheiro Josué Claudio.
Conforme Nonato Oliveira, a qualificação dos servidores na área de ouvidoria se fez necessária depois que a Prefeitura de Manaus promoveu uma reestruturação para se adequar ao Programa Fala BR – que integra todas as ouvidorias do Brasil ao Governo Federal.
“Nessa adequação da Prefeitura de Manaus ao Fala BR cada secretaria municipal terá uma pessoa representando sua ouvidoria e para todos esses servidores é que estamos buscando qualificação”, disse.