InícioPOLÍTICARoberto Jefferson ataca ministros do Supremo com comentários homofóbicos

Roberto Jefferson ataca ministros do Supremo com comentários homofóbicos

Político afirmou que a Corte tem “dois sodomitas” e que “usam saia” por conta de sua “opção sexual”

 Em uma live, transmitida por um canal do
YouTube, conhecido por apoiar o governo do presidente Jair Bolsonaro, o
presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, fez comentários homofóbicos
contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Nas declarações, o político
diz que dois magistrados “são sodomitas” e que “usam saia pela
opção sexual”.
 As declarações ocorreram na segunda-feira
(21), em entrevista a um blogueiro. “Tem dois ministros lá que tem esses
gostos(…) tem dois ministros que são meninas. Tem ministros de rabo preso e
dois de rabo solto, conhecidos. Um é o (sic) Carmen Miranda, e o outro é Lulu
boca de veludo (…) e eles querem fazer pauta de gênero, porque eles ainda não
encontraram o deles (…) tem dois sodomitas ministros’, afirmou Jefferson.
 Em um determinado trecho do vídeo, Roberto
Jefferson afirma que seria vergonhoso que dois ministros assumissem que
“são enrab… por um negão”. O político é investigado no inquérito
que corre no Supremo e apura a organização de atos antidemocráticos. Ele chegou
a ser alvo de um mandado de busca e apreensão expedido pelo ministro Alexandre
de Moraes.
 Para Moraes, reiteradas ofensas promovidas por
Jefferson pela internet ofendem o Tribunal e seus integrantes, “com
conteúdo de ódio e de subversão da ordem”.
Foto: Arthur Menescal


Artigos Relacionados

LEIA MAIS