TCE


A pronta-resposta e o atendimento humanizado à população de Manaus são marcas desses 1.000 dias da gestão David Almeida. Os números da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil Municipal (Sepdec) apontam a construção de 19.728 metros lineares em pontes, passarelas e escadas; atendimento de 7.782 ocorrências, via Central 199, o canal de comunicação entre a sociedade manauara e a secretaria-executiva, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg); e entrega de 468 kits humanitários às famílias afetadas pelas fortes chuvas na capital.

Reivindicação antiga dos moradores do bairro Cidade Nova, na zona Norte, a construção de uma ponte que liga o núcleo 4 ao 15 virou realidade pela ação da Prefeitura de Manaus, via Defesa Civil Municipal. A obra, entregue neste mês, tem beneficiado centenas de pessoas que habitam naquela área da cidade.

A conquista, segundo o líder comunitário Bruno Pires, 40, é motivo de muita alegria. “A estrutura da ponte é excelente. Estamos muito felizes. Era uma solicitação antiga da nossa comunidade que, finalmente, foi atendida pelo prefeito David Almeida. Agora, nossas crianças podem ir à escola em segurança, ao invés de utilizarem a via principal, que é bastante movimentada. Facilitou muito a vida de todos por aqui”, disse.

“Nosso trabalho é pela melhor qualidade de vida da população de Manaus, priorizando respostas e soluções definitivas aos problemas das famílias manauaras. Não vamos medir esforços em todas as secretarias para assegurar dignidade e segurança a todos”, afirmou o prefeito de Manaus, David Almeida.

De acordo com o secretário da Semseg, Sérgio Fontes, a Defesa Civil de Manaus, por determinação do prefeito David Almeida, busca prevenir e mitigar riscos, naturais ou não, que eventualmente possam afligir a população do nosso município.

“Esta missão fica mais evidente no período de cheia dos rios. No entanto, a Defesa Civil atua o ano inteiro, 24 horas e sete dias por semana, e realiza um trabalho fundamental na busca de uma vida mais segura, saudável e produtiva em nossa capital. Melhorar a vida das pessoas é o compromisso principal da Defesa Civil Municipal”, declarou Fontes.

Trabalho ininterrupto
O diretor de Operações da Defesa Civil de Manaus, José Mendes, enfatizou que as equipes da Sepdec trabalham, diuturnamente, para atender às ocorrências formalizadas via 199. Segundo o servidor, a secretaria busca reduzir os riscos de desastres na capital e possui papel importante na prevenção, mitigação, alerta, resposta e recuperação em situações de infortúnios.

“Nosso trabalho é ininterrupto e, na maioria das vezes, atuamos em conjunto com outros órgãos, como o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) e as secretarias municipais da Mulher, da Assistência Social e Cidadania (Semasc) e da Infraestrutura (Seminf). Precisamos realizar o diagnóstico da situação e emitir laudos técnicos, para que sejam adotadas as medidas cabíveis”, explicou Mendes.

Os trabalhos vão muito além da construção de pontes definitivas e provisórias, sendo, nesse segundo caso, preventivas, durante o período de cheia dos rios. Diante de sinistros como incêndios e imóveis atingidos por deslizamentos, por exemplo, Mendes destacou que a Defesa Civil do município fica responsável em identificar a vulnerabilidade dos ambientes habitados, orientando os moradores sobre os riscos dos imóveis afetados.

“Em alguns casos, durante as vistorias às edificações e áreas de riscos, precisamos promover a intervenção preventiva e a evacuação da população das áreas de alto risco ou das edificações vulneráveis. Nessas situações, especificamente, a Semasc é acionada para realizar o cadastro para recebimento do auxílio aluguel, para que as pessoas não fiquem desassistidas”, emendou o diretor de Operações.

Kit humanitário
Moradora do bairro São José 3, na zona Leste, a dona de casa Maria das Dores Oliveira da Silva, 66, recorda dos prejuízos que já teve, decorrentes do período de fortes chuvas na capital. “Já perdi guarda-roupa, geladeira, máquina de lavar, colchão”, disse. Ela foi uma das pessoas beneficiadas com o kit humanitário entregue neste ano, pela Prefeitura de Manaus, por meio da Sepdec.

“Em outras circunstâncias iguais perdi as coisas, mas nenhum outro gestor se preocupou em nos ajudar, em vir aqui perguntar se estávamos bem. O prefeito David Almeida foi um verdadeiro anjo nas nossas vidas. Agradeço a Deus pelo olhar sensível que ele teve pela gente. Essa ajuda foi realmente muito boa. Achei de uma bondade imensa, porque o kit é bem generoso”, ressaltou Maria das Dores.

Ao todo, 468 kits humanitários foram entregues, até o momento, às pessoas afetadas pelas fortes chuvas que ocorreram em março deste ano, em Manaus. Os kits são compostos por cestas básicas, itens de higiene pessoal e de limpeza, colchão, travesseiro, rede e lençóis. Eles foram adquiridos com recursos destinados pelo governo federal, por intermédio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec).

Além do valor de R$ 979.254,00, enviado pelo governo federal, foram empregados recursos do município para reduzir os impactos causados pelas chuvas que ocorreram no primeiro trimestre deste ano, na capital.

 

Fonte: Semseg

Foto: Divulgação