Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (22) o empresário Joabson Gomes e sua esposa Jordana Freire, deixaram a sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para realizarem corpo delito, no Instituto Médico Legal. Eles chegaram acompanhados dos advogados, que disseram que o casal é inocente.

O casal cumpre prisão temporária por supostamente serem mandantes do assassinato do Sargento Lucas, ocorrido em 1º de setembro. A motivação da morte de Lucas seria porque ele estava em um relacionamento extraconjugal com Jordana Azevedo Freire.

A DEHS ainda informou que quando Joabson descobriu a traição de Jordana, passou a agredi-la e a ameaçar Lucas. O empresário também descobriu um desvio de R$ 200 mil do Vitória Supermercados, feito por Jordana, repassado a Lucas.

Os suspeitos entraram na delegacia por uma área restrita. Ao se apresentarem à polícia na presença de seus advogados, a ordem judicial contra eles foi cumprida. Joabson e Jordana seguem em prisão temporária. Ainda na noite desta terça-feira, funcionários da rede de supermercados Vitória levaram mantimentos e roupas ao casal.