TCE


Prevenção ao câncer de próstata é um dos objetivos da campanha, que oferta consultas e exames nas UBSs e, também, em órgãos públicos e empresas com grande mão de obra masculina A prefeitura de Presidente Figueiredo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sems), está realizando durante todo o mês de novembro, uma ação de prevenção e cuidados com a saúde dos homens figueiredenses.

Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), postos, policlínica e no Hospital Geral Eraldo Neves Falcão, durante todo mês, estão sendo ofertadas consultas de enfermagem, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta, testagem rápida de PSA, vacinação, aferição de glicemia, pressão arterial, entre outros serviços. A abertura da campanha foi realizada na última sexta-feira (17/11), com a participação do médico urologista, George Lins, que falou sobre a importância do rastreio do câncer de próstata para diagnosticar precocemente a doença.

“Promover a informação e combater a desinformação é algo extremamente importante, porque é através da informação que a gente consegue quebrar paradigmas e mudar a realidade. Quero agradecer a prefeita Patrícia Lopes pela confiança e pela parceria, que nos permite ajudar com esse trabalho à população de Presidente Figueiredo”, afirmou o médico e deputado estadual.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Mariane Abreu, a campanha Novembro Azul incentiva os homens a cuidarem da sua saúde e enfatiza que o diagnóstico precoce do câncer pode salvar vidas. “Precisamos desmistificar essa ideia de que o homem não precisa se cuidar. Com essas ações, a prefeita Patrícia Lopes quer demonstrar, mais uma vez, que o cuidado deve iniciar cedo e deve começar pela prevenção”, destacou.

Sinais e sintomas O câncer de próstata, em fase inicial, na maioria dos casos, não dá sintomas. Por isso, é importante que o homem faça os exames, mesmo sem apresentar sintomas, alerta o urologista. Em casos avançados, é possível ter dificuldade para urinar, dor ou ardência ao urinar, aumento da frequência urinária, sangue na urina ou no sêmen, dor na região lombar e disfunção erétil. Segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Amazonas deve registrar 570 novos casos de câncer de próstata em 2023.

Tratamento O tratamento do câncer de próstata, na rede pública do Amazonas é realizado pela Fundação Cecon, que realiza cirurgia, quimioterapia, radioterapia e terapia hormonal. A escolha do tipo de tratamento vai depender do estágio da doença.

“O câncer de próstata pode ser tratado com sucesso, especialmente, quando diagnosticado precocemente. A detecção precoce pode salvar vidas. Lembre-se de que o Novembro Azul é o mês de conscientização, mas a saúde masculina deve ser priorizada durante todo o ano”, alerta a secretária Mariane Abreu.

Foto: Dircom-PF